Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

terça-feira, março 31, 2009

Momento Panini - Angelo Palombo


"Io in nazionale? Il calcio è proprio finito!" Foi com todo esse bom humor que o raçudo meia Angelo Palombo reagiu a sua primeira convocação para a Azzurra, na qual estreou contra a Croácia em agosto de 2006 no primeiro amistoso disputado pela Itália após a conquista da Copa do Mundo da Alemanha, no esordio do então c.t. Donadoni.
Nascido aos 25 de setembro de 1981 em Ferentino, na província de Frosinone (Lazio), Palombo gosta de afirmar que é um "genovese d'azione diventato più genovese di tanti genovesi", de tão adaptado que está a Gênova, cidade para a qual se mudou em 2002.
Mas este volante de muita garra começou sua carreira no Urbania, uma pequena agremiação da cidade homônima na Itália centrale, de onde passou a Fiorentina em 1999.
Em Florença, depois de duas temporadas com a equipe Primavera, Palombo acabou promovido à equipe principal na maledetta stagione 2001/2002, quando a equipe viola terminou rebaixada e em seguida faliu.
Assim, esse centrocampista hábil ad impostare il gioco, que fez sua estréia na Serie A no dia 10 de fevereiro de 2002 na derrota para o Venezia por 2 x 0 (em um confronto que colocou frente-a-frente os então últimos colocados do torneio, embora o ataque da Fiorentina, na ocasião, fosse formado por Nuno Gomes e Adriano!), passou à Sampdoria a parametro zero para o campeonato 2002/2003.
Pupilo do antigo ídolo blucerchiato Roberto Mancini, Palombo logo conquistou um posto de titular ao lado de Volpi no meio de campo e no coração da torcida da Sampdoria, que rapidamente se identificou com um dos principais protagonistas da campanha que levou o time de volta à Serie A depois de 4 temporadas no purgatório do torneio cadetto.
Figura importante da U21 de Gentile que conquistou o Europeu da categoria em 2004 e medalha de bronze nas Olímpiadas do mesmo ano (titular ao lado de De Rossi e Pirlo), Palombo fez também um ótimo campeonato com a Samp naquela temporada (figurinha acima), com a equipe doriana sendo a melhor tra le neo-promosse e deixando escapar a vaga para a Copa U.E.F.A. por um calo físico na reta final.
Muito regular, Palombo foi promovido a capitão blucerchiato após l'esclusione do amigo Volpi do time titular no último campeonato e, se tecnicamente não é um primor, busca suprir essa sua deficiência com muito empenho e tem obtido reconhecimento inclusive dos treinadores da Azzurra, já que tanto Donadoni quanto Lippi não abdicaram de contar com os serviços desse giovane veterano que já realizou 185 partidas com a Samp apenas no campeonato italiano.
Apaixonado pelo mar da Ligúria e da antica arte della pesca, Palombo, que é um daqueles jogadores importantíssimos para o grupo e adorados pelos treinadores, é totalmente identificado com as cores da Sampdoria não só dentro de campo, já que regularmente participa das atividades sociais desenvolvidas pela sociedade, sendo o primeiro embaixador do clube per il fair play.
Agora, nas 4 linhas, ao ser indagado se escolheria uma vittoria nel derby di ritorno o piazzamento Uefa, Palombo (a figurinha à esquerda é a desta temporada) escolheu ... tutte e due!

Marcadores:

Na Última Vez ...

13 Comments:

At 12:45 AM, Blogger Cyntia said...

Ebaaaaa

Capitano Secondo.
Valeu Rodolfo!

Tenho um conhecido em Gênova que já teve a sorte de estar com Palombo nessas reuniões de 'Centro Di Cordenamento Club'. Me falou maravilhas dele e me mandou uma foto deles que guardo com carinho.

Gostaria de vê-lo por muito tempo na Samp. Uma pena que algumas especulações de mercado dão conta de um interessa da Fiorentina em tre o toscano no elenco para a próxima temporada.

Abraços

 
At 8:35 AM, Blogger JP said...

Excelente post, Rodolfo, muito bom o resumo da carreira do Palombo, um jogador que eu admiro pela sua enorme tenacidade e garra em campo.
Não me importava de o ver na Juventus como alternativa a Sissoko.
Abraços

 
At 10:15 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
É verdade e, ao que parece, Palombo não descartou um retorno à Florença, onde teria, inclusive, residência.
Abraços,

 
At 10:17 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Muitíssimo obrigado! Embora considere o Palombo um jogador muito válido, não sei se o trocaria pelo Sissoko, que, na minha opinião, é capaz de ajudar o ataque de forma mais eficiente.
Abraços,

 
At 1:13 PM, Blogger JP said...

Rodolfo, expliquei-me mal. Queria dizer 'alternativa' como reserva do Sissoko, suplente, para quando o maliano precisasse de descansar nalgumas partidas...
Abraços

 
At 4:20 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Ah... mas aí deixa o Palombo na Samp, pois o Sissoko é tão forte fisicamente que o atual 'capitano blucerchiato' iria ter muito poucas chances... (rs).
Abraços,

 
At 12:20 PM, Blogger Cyntia said...

É mesmo. A Samp já capenga e perder mais um 'capitano' vai ser um duro golpe para certas torcidas... rsrsrs


Abraços e ótimo fim de semana para vocês!

 
At 1:17 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Perder o Volpi e logo depois o Palombo realmente é uma temeridade, mas, na verdade, acho que os 'blucerchati' devem ficar preocupados mesmo é com o futuro de Cassano!
Abraços,

 
At 8:00 PM, Blogger Cyntia said...

Olha, da minha parte, Cassano quando chegou já tinha data de partida. Nunca cheguei a me empolgar com ele pois já imaginava que mais cedo ou mais tarde, ele apresentando um bom futebol, seria vendido para a Samp fazer caixa. E a coisa toma outra forma agora, uma vez que a Samp provavelmente ficará de fora da Copa UEFA. Só se vencer a Coppa Itália ou for vice, dependendo do campeão, é que fica com a vaga.
O que você acha disso, Rodolfo?

Abraços

 
At 8:22 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
É verdade, você mencionou o fato mesmo quando da chegada do Cassano!
Bem, acho que Gênova está ficando mesmo estreita para o 'Peter Pan', mas acredito que, caso ele venha convocado para a 'Azzurra' e seu entendimento com Pazzini continue como está, há uma boa chance dele continuar no clube, afinal, as experiências na Roma e no Real Madrid devem ter ensinado algo a ele...
Abraços,

 
At 7:53 PM, Blogger Cyntia said...

Ok que a Samp empatou, mas só hoje o 'Palombino' marcou dois gols. Eta, capitano!

Ciao a tutti

 
At 9:20 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Cyntia,
Foi realmente surpreendente, até porque, nas 5 temporadas precedentes com a Samp na Serie A, Palombo só havia registrado 4 gols...
Agora, não desmerecendo o feito, mas o arqueiro Navarro merece boa parte dos créditos pelo 2º gol (rs).
Abraços,

 
At 11:49 PM, Blogger JP said...

É verdade, Rodolfo! Nós a enalteceremos o Palombo e o tipo hoje marca dois bons golos de livre, embora como referiste no comentário anterior, os créditos do segundo vão em larga medida para o guardião do Napoli... ;)
Abraços

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker