Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

quarta-feira, fevereiro 13, 2008

O Jogo Da TV (Parte III) - Milan x Livorno



Terá sido o final da carreira do jogador que mais marcou gols em Copas do Mundo, eleito pela F.I.F.A. melhor futebolista do ano em 3 ocasiões e um dos mais representativos e idolatrados atletas das últimas décadas? Tomara que não, mas a cena foi chocante e o resultado, preocupante.
E pensando que era para ser até um dia festivo, já que uma mais do que provável vitória colocaria o Milan na 4ª posição da Serie A - exatamente o objetivo principal da equipe no campeonato.
Ademais, depois do gol decisivo marcado contra o Siena, seria a oportunidade de ver novamente em ação o jovem Alberto Paloschi (à direita contra Grandoni - Grazia Neri), o atacante de 3 jogos e 3 gols como profissional.
E nesse espírito começou a partida, com Ronaldo no banco entre Cafu e Serginho e o menino Paloschi fazendo dupla com Gilardino no ataque rossonero.
Mas o desenrolar não foi como previsto: com Gourcuff no posto de Kaká (já que Seedorf também não ficou sequer no banco), a jovem dupla de avantes pouco participou do jogo, que acabou muito concentrado no meio de campo (abaixo, à esquerda, um duelo representativo: Antonio Filippini contra Gattuso - Grazia Neri).
Ao final do 1º tempo, de recordar apenas uma belíssima defesa de Amelia em conclusão de Ambrosini e uma chance desperdiçada por Tavano, que ainda deu lugar a Diamanti no último minuto de jogo, com uma contusão muscular.
Veio o 2º tempo e com ele o gol de Nico Pulzetti, aniversariante do dia e que aproveitou un contropiede ficcante con un sinistro a giro para abrir o marcador para os visitantes.
Ancelotti, então, sacou de uma só vez a dupla Gilardino-Paloschi e mandou a campo os experientes Ronaldo (abaixo a entrada do Fenômeno no lugar de Gila - Dipag) e Inzaghi, procurando melhorar a presença ofensiva rossonera, vez que os substituídos pouco participaram do jogo (Paloschi tocou 18 vezes na bola e Gilardino apenas 12) enquanto estiveram em campo.
Mas o Fenômeno teve ainda menos chance de marcar: apenas 2' após seu ingresso em campo, quando tentou saltar para cabecear uma bola cruzada sobre a área veio o desastre - rottura totale del tendine rotuleo del ginocchio sinistro - praticamente a mesma contusão (mas no outro joelho) que deixou o atacante brasileiro fora de combate por vários meses em 2000.
No lance, o meia português do Livorno Vidigal ainda tocou a bola com a mão, infração que o árbitro Brighi corretamente assinalou.
Mas as atenções estavam voltadas a Ronaldo, que logou sentiu a gravidade da contusão (à esquerda o atacante ainda no chão - Afp) e levou o San Siro ao desespero, que quase não percebeu o meia Pirlo empatar a partida convertendo o pênalti.
Aos 16', enquanto Ronaldo, chorando, era levado de maca para os vestiários, Serginho entrou em seu lugar.
O relógio continuou dando suas voltas, mas a partida já tinha chegado ao fim...
O tabellino, fazendo votos de plena recuperação para o Fenômeno:
Milan: Kalac; Oddo, Bonera, Kaladze, Favalli; Gattuso, Ambrosini, Pirlo, Gourcuff; Paloschi (57' Inzaghi), Gilardino (57' Ronaldo) (61' Serginho). All. Ancelotti.
Livorno: Amelia; Grandoni, Knezevic, Galante; De Vezze, Vidigal (84' Pavan), Pulzetti, A. Filippini, Pasquale; Tristan (76' Rossini), Tavano (45' Diamanti). All. Camolese.
Gols: 50' Pulzetti, 61' Pirlo (pênalti).
Árbitro: Brighi.
Cartões amarelos: Vidigal, Gattuso e Tristan.

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...

4 Comments:

At 9:10 PM, Anonymous Anônimo said...

Realmente o fato mais importante e triste do jogo foi a contusão do Ronaldo. Felizmente, a operação foi bem sucedida e aparentemente ele terá condições de voltar a jogar (depois de 9 meses, ou seja, praticamente só em 2009). Entretanto, no lugar dele eu pensaria duas vezes antes de decidir se ainda vale a pena continuar ou encerrar a carreira.
Apareceu na mídia um comentário de um médico sobre o possivel uso de anabolizantes para o aumento da massa muscular do Fenômeno no PSV, na Holanda, o que lhe proporcionou uma grande força, mas também uma sobrecarga escessiva sobre os tendões e ligamentos.
De qualquer forma ele já se realizou como um dos maiores jgadores do mundo e acumulou fortuna que lhe permite dedicar-se a qualque outra atividade com tranqüilidade.
Pai

 
At 10:03 PM, Blogger Rodolfo Moura said...

Pai,
Concordo plenamente com você, acho que qualquer prognóstico agora é muito cedo, até porque o Ronaldo deve refletir bastante nos próximos dias sobre a conveniência ou não de prosseguir a carreira e, em caso positivo, se em um campeonato de alto nível ou em outro que demande menor esforço.
Como fã do 'Fenômeno', torço para que ele volte a atuar no Milan!
Abraços,

 
At 8:13 AM, Blogger JP said...

Foi um tremendo azar para o Ronaldo, fiquei bastante impressionado com as imagens. Espero também que ele recupere e volte aos relvados, seria uma injustiça um jogador do seu nível terminar a carreira daquela forma tão abrupta.
Quanto ao jogo acabou por ser bom para a Juve o resultado ;)
Abraços

 
At 10:07 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

JP,
Realmente, as imagens são bastante impressionantes, ainda mais se inseridas no contexto da carreira do Ronaldo.
Torceremos juntos por sua recuperação!
Abraços,

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker