Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

quinta-feira, março 29, 2007

Memorabilia - Amadei

A história de Amedeo Amadei começa em Frascati, uma cidadezinha próxima a Roma onde é produzido um célebre vinho e onde sua família tinha un forno (panificadora), em 26 de julho de 1921, data de seu nascimento.
Da ragazzo, faceva il cascherino e entregava pães perto do estabelecimento da família, reservando as horas livres para jogar bola, sua verdadeira paixão.
Um dia, por um jornal ficou sabendo que a Roma selecionaria alguns garotos e foi, secretamente e de bicicleta, all'appuntamento, retornando em seguida, mas atrasado para o trabalho.
Dias depois, convidado para integrar o vivaio romanista, teve que superar a oposição de Armando Lugari, responsabile della sezione ciclismo di Frascati, que afirmou ao jovem Amadei: "Tu sei bravo al calcio, ma sei più forte in biclicletta".
Papà Amadei foi outro que também não gostou da idéia do filho ser futebolista, alegando que o garoto tinha que trabalhar no forno!
Mas, per fortuna del calcio, Amedeo Amadei não esmoreceu e foi tentar a vida como jogador da Roma (foto ao lado - Guerin Sportivo), tendo estreado na Serie A non ancora sedicenne, contra a Fiorentina em 02 de maio de 1937, se tornando o jogador mais jovem da máxima divisão do futebol italiano (recorde que persiste até os dias atuais).
Duas temporadas de gavetta e Amadei foi emprestado à Atalanta, na Serie B, onde ganhou experiência antes de retornar à Roma nella stagione 1939/1940, quando se tornou titular indiscutível da equipe capitolina, onde permaneceu até 1948.
Nesse período, depois de um começo como ala destra, Amadei se firmou como homem de área e foi o principal artífice do título italiano de 1942 - o primeiro da história da Roma -, tendo realizado 100 gols (85 se não computados os realizados no campeonato 1945/1946) com a equipe na Serie A e se tornado o beniamino dei tifosi.
Jogador veloz, com excelente técnica e especialista sui calci di punizione, foi intitulado Ottavo Re di Roma pelo jornalista Bruno Roghi sul Calcio Illustrato.
Não obstante sua total identificação com o clube romano, Amadei foi obrigado, em razão de problemas financeiros acometidos à Lupa, a se transferir à Internazionale em 1948 (mas deixou claro que nunca jogaria contra a Roma, ainda que fosse uma partida decisiva), tendo permanecido em Milão por duas temporadas, quando realizou 42 gols no total.
Na temporada 1950/1951 foi para o Napoli (na foto ao alto à esquerda de camisa branca, vez que o jogo é contra a Lazio - Guerin Sportivo), onde concluiu sua bela carreira em 1956 jogando como trequartista, depois de 6 belas temporadas com a maglia que anos mais tarde seria de Maradona.
Il Fornaretto fez, ao total, 174 gols na Serie A, o que o torna o 10º maior artilheiro de todos os tempos.
Apesar da eficácia dentro da área, Amadei não brilhou na seleção italiana, só tendo tido alguma chance quando deixou a equipe da capital e depois da tragédia de Superga que dissimou o Grande Torino e a base da seleção italiana. Ao total, apenas 13 partidas e 7 gols (entre 1949 e 1953), incluíndo uma partida pela Copa do Mundo de 1950, disputada no Brasil (na última foto seu gol, de pênalti, contra a Suécia em novembro de 1951 - Guerin Sportivo). Fora de campo, Amedeo Amadei foi conhecido como um homem gentil e de excelente caráter, tendo sempre ajudado sua família, que passou por graves dificuldades financeiras (seu nono perdeu a panificadora que sustentava a todos em uma mesa de jogos e a família teve que recomprá-la por uma quantia muito superior apenas alguns dias depois, originando uma dívida de difícil quitação).
Antes de se afastar do Calcio, Amedeo Amadei ainda foi treinador de sucesso do Napoli.

Na Última Vez ...

2 Comments:

At 5:26 PM, Anonymous Lupulus said...

quando vc fala que Amadei nao brilhou na azzurra voce se refere a títulos?

 
At 11:39 AM, Blogger Rodolfo Moura said...

Lupulus,
Na verdade, considero que, diante do que fez na Serie A, Amadei acabou deixando a desejar na 'Azzurra' onde, ademais, só galgou um posto após a tragédia de Superga.
Abraços e muito obrigado pela participação!

 

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker