Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

domingo, abril 26, 2009

O Jogo Da TV (Parte II) - Milan x Palermo



Sem maiores dificuldades, o Milan passou pelo Palermo por 3 x 0 neste domingo e, com o 7º resultado útil em striscia, superou a Juventus na luta pelo 2º posto da Serie A 2008/2009, abrindo 2 pontos de vantagem sobre a adversária, que não foi além de um empate em 2 x 2 com a Reggina no mesmo horário.
Sem Pato e com Ronaldinho no banco, o Milan começou distribuído no 4-3-2-1, com Flamini improvisando como lateral direito, Maldini e Favalli como centrais e Zambrotta como terzino sinistro, tendo Seedorf e, principalmente, Kaká alle spalle de Inzaghi.
Do lado rosanero, sem poder contar com Carrozzieri, suspenso pelo uso de cocaína, Ballardini teve que abrir mão da difesa a 3 testada nas últimas rodadas, retornando ao 4-3-1-2, com Cassani, Kjaer, Bovo e Balzaretti formando o quarteto defensivo.
E o começo, com Fábio Simplício no suporte do duo Cavani-Miccoli, foi più rosanero che rossonero, até que, aos 9', o árbitro Rizzoli marcou pênalti em jogada de Cassani sobre Ambrosini (ao lado instantes antes do contato - Getty Images), com Kaká convertendo para abrir o marcador.
Mesmo em desvantagem, o Palermo continuou bastante eficaz no controle de bola, mas pouco concreto perto da meta defendida por Dida, enquanto o Milan deu mostras de estar reencontrando o bom futebol.
Assim, com um Kaká em grande spolvero, o time de Via Turati ampliou aos 19', quando Ambrosini tabelou com Kaká (abaixo contra Kjaer - Ap) e cruzou para Inzaghi, sozinho, marcar seu 150º gol na Serie A (10 só nas últimas 7 rodadas) com uma cabeçada em cima da linha da pequena área.
A partir daí e até o intervalo, o Milan administrou inteiramente a partida, enquanto o Palermo, quase que anestesiado, nada conseguiu produzir em termos ofensivos (durante todo o jogo, foram apenas 2 os tiri in porta dados pela equipe da Sicília).
Veio o 2º tempo e Ballardini mandou a campo o jovem uruguaio Hernandez no posto de Nocerino, passando ao 4-3-3 com Migliaccio, Liverani e Fábio Simplício no centrocampo.
Só que não deu nem tempo para verificar se a alteração daria resultado, pois logo aos 3', depois de um começo arrasador do Milan, o zagueiro Bovo (mais abaixo contra Seedorf - Ap) fez falta em Kaká e recebeu o 2º cartão amarelo, indo logo para o chuveiro.
Para completar o quadro, depois de provocar uma ammonizione também para seu antigo companheiro de São Paulo Fábio Simplício, Kaká procurou mais um pênalti, desta vez cometido por Balzaretti aos 11'.
Il Principe cobrou, fez seu 14º tento stagionale e decretou o placar final da partida.
Ballardini ainda tentou, lançando Mchedlidze no posto de Miccoli, mas nem o jovem atacante georgiano de 19 anos conseguiu importunar a defesa rossonera e os 77 anos somados de Maldini e Favalli.
Ancelotti, por sua vez, aproveitou para inserir Ronaldinho e logo em seguida Shevchenko, muito mais para dar moral a ambos do que para promover alguma mudança tática.
Com a partida definida, houve tempo ainda para as estréias na Serie A do goleiro albanês Ujkani, que teve que substituir Amelia, e do meia uruguaio Cardacio, que entrou no lugar de Beckham.
O tabellino da peleja (cujos melhores momentos podem ser visualizados no vídeo ao final):
Milan: Dida; Flamini, Maldini, Favalli, Zambrotta; Beckham (79' Cardacio), Pirlo, Ambrosini, Seedorf (64' Ronaldinho), Kaká; Inzaghi (67' Shevchenko). All. Ancelotti.
Palermo: Amelia (64' Ujkani); Cassani, Kjaer, Bovo, Balzaretti; Migliaccio, Liverani, Nocerino (46' Hernandez), Fábio Simplício; Miccoli (57' Mchedlidze), Cavani. All. Ballardini.
Gols: 10' Kaká (pênalti), 19' Inzaghi, 57' Kaká (pênalti).
Árbitro: Rizzoli.
Cartões amarelos: Bovo, Fábio Simplício, Flamini e Balzaretti.
Cartão vermelho: Bovo.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker