Google
 
Web calcioseriea.blogspot.com

sábado, novembro 08, 2008

O Jogo Da TV (Parte I) - Torino x Palermo



Não poderia ser diferente, ou, como noticiado pela Gazzetta dello Sport, "stavolta il Toro è più forte della malasorte", pois uma vitória do Torino tem que ser sempre suada, difícil, não importando que o time tenha sido melhor durante toda a partida, conclusa com 55,7% de posse de bola e 55,59% de vantaggio territoriale a favor da equipe granata.
Postado no 4-4-2 com Stellone e Amoruso no ataque, o Toro começou a partida bastante incisivo, não obstante o centrocampo troppo duro formado por Paolo Zanetti, Colombo, Barone e Dzemaili, tendo De Biasi deixado os vários Abbruscato, Bianchi, Rosina e Ventola no banco.
Contra um Palermo chiusissimo, foi o suíço Dzemaili (ao lado contra Nocerino e Migliaccio - Pinca) que começou dando trabalho ao veterano arqueiro Fontana em um chute que passou rente a trave aos 6'.
Logo em seguida, foi a vez de Stellone, al volo in girata, assustar os tifosi rosaneri.
Mas foi o Palermo que protagonizou a jogada mais plástica de toda a 1ª etapa: gran tiro da 20 metri di Miccoli (na foto mais abaixo contra Barone - Ramella), com a bola explodindo no travessão e, na sobra, Cavani desperdiçando.
No minuto seguinte, aos 17', lá estava ele, Dzemaili (autor de 6 conclusões ao gol em toda a partida), respondendo com um chute na parte externa da trave palermitana.
E assim prosseguiu o 1º tempo, com o Torino buscando a iniciativa, enquanto o Palermo, forte em um meio de campo também robusto, claramente intencionado a sair apenas nos contra-ataques.
Para a 2ª etapa, o Torino voltou com o habilidoso Rosina no lugar do ala Colombo, transformando a equipe granata em um 4-3-1-2, que ficou ainda mais ofensivo aos 6', quando Zanetti saiu dolorante para a entrada do austríaco Säumel.
E a alteração tática funcionou - aos 9' Amoruso marcou em rebote de gran tiro de Dzemaili, mas o árbitro Rizzoli acabou anulando o gol por suposto fuorigioco (os melhores momentos da partida podem ser conferidos no vídeo ao final do post).
O tento anulado arrefeceu um pouco o ânimo granata, que passou a ver um Palermo mais solto, com o meia Ciamitaro no lugar do muito vaiado (não só pelo seu passado no Torino, mas principalmente por ser um ex juventino) Balzaretti.
Mas aí, aos 38', Rizzoli tomou mais uma decisão discutível e apresentou o cartellino rosso direto para Nocerino, que realmente subiu com o braço aberto em uma disputa de bola, mas não o suficiente para ir para o chuveiro mais cedo.
Foi a motivação que faltava para a equipe granata, que partiu para um forcing finale e chegou ao merecido gol aos 43', quando Säumel foi muito feliz na conclusão de fora da área que entrou no canto da meta defendida por Fontana.
O tabellino:
Torino: Calderoni; Diana, Di Loreto, Pisano, Ogbonna; Colombo (46' Rosina), Dzemaili, Barone (82' Abbruscato), Zanetti (51' Säumel); Stellone, Amoruso. All. De Biasi.
Palermo: Fontana; Cassani, Kjaer, Bovo, Balzaretti (62' Ciaramitaro); Migliaccio, Nocerino, Liverani, Fábio Simplício; Cavani, Miccoli (88' Budan). All. Ballardini.
Gol: 88' Säumel.
Árbitro: Rizzoli.
Cartões amarelos: Dzemaili, Balzaretti, Ogbonna, Bovo e Rosina.
Cartão vermelho: Nocerino.

video

Marcadores: , , , ,

Na Última Vez ...
eXTReMe Tracker